Notícias

Notícias

Música da Arménia com Orquestra Consonância e Grigor Arakelian

No dia 5 de novembro, a Orquestra Consonância e Grigor Arakelian apresentaram algumas obras da autoria de Komitas, baseadas em canções folclóricas e religiosas.

Os arranjos livres feitos pelo compositor Grigor Arakelian para orquestra de cordas baseiam-se no universo musical arménio. Como a música religiosa arménia tem sido ao longo dos séculos exclusivamente vocal, Grigor Arakelian considera importante desenvolver o conceito instrumental nesta área.

O programa também incluiu trabalhos originais de Grigor Arakelian, nos quais usou melodias de antigas danças arménias e canções rituais (Melodia e Dança do Sol, Terterouk).

O próximo concerto será no dia 18 de dezembro de 2019, “Natal Mágico”, na Fundação Oriente: http://www.museudooriente.pt/3667/natal-magico-.htm#.Xed6SOj7TIV

Reveja aqui alguns momentos:

Notícias:

  • http://orer.eu/hy/allcategories-hy-am/72-hy-am/7167-komitas-portugalia-sintra.html http://orer.eu/hy/allcategories-hy-am/72-hy-am/7167-komitas-portugalia-sintra.html
  • http://armenews.synten.com/spip.php?page=article&id_article=11730&var_mode=calcul
  • https://www.parquesdesintra.pt/event/musica-da-armenia-orquestra-consonancia-grigor-arakelian/
Notícias

Dias de Portugal na Arménia

Nos próximos dias 9 a 15 de outubro, um conjunto de iniciativas promovidas pela AAPA terão lugar na Arménia, em que se procura fomentar as relações bilaterais entre os dois países nas áreas da cultura, gastronomia, economia e diplomacia.

Vahé Mkhitarian (AAPA) e Nuno Brites (Associação de Pessoal da FCG)

A Associação de Amizade Portugal-Arménia e a Associação de Pessoal da Fundação Calouste Gulbenkian têm o prazer de anunciar esta grande viagem à Armenia com 24 funcionários da Fundação Calouste Gulbenkian e seus familiares.

No âmbito das comemorações dos 150 anos de nascimento de Calouste Sarkis Gulbenkian, o fundador da Fundação Calouste Gulbenkian, a viagem terá como objetivo dar a conhecer as suas origens: o país e a geografia, o povo e a cultura.

A viagem abrangerá um roteiro extenso de norte a sul da Arménia. Será a primeira viagem de um grupo português tão numeroso para a Arménia e esperemos que seja o início de outras próximas.

As reportagens sobre esta viagem histórica serão apresentadas oportunamente.

Notícias

Abertas as inscrições para Curso de Arménio

Estão abertas as inscrições para os cursos de Língua e Cultura Arménias, desde o dia 17 de setembro de 2019, a decorrer na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

O curso, de duração semestral (3 meses), permite aprender o alfabeto arménio e fornece um conhecimento introdutório da língua, cultura e história arménia.

Os cursos resultam de um esforço conjunto da Associação de Amizade Portugal-Arménia, do Serviço das Comunidades Arménias da Fundação Calouste Gulbenkian e da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

As aulas são dadas em português pela leitora Lia Khachikyan, natural da Arménia e têm carga horária de 4h semanais. As aulas terão lugar na Faculdade de Letras, às terças e às quintas, das 18h às 20h.

Para mais informações contactar os Serviços académicos da Faculdade de Letras: https://www.letras.ulisboa.pt/pt/sobre-a-flul/administracao-e-servicos/servicos-academicos 

Contacto: lia.khachikyan@campus.ul.pt

Notícias

Primeiro ano de «Língua e Cultura Arménias» na Universidade…

Temos muito orgulho e satisfação em anunciar que terminou com grande sucesso o primeiro ano da Unidade Curricular “ Língua e Cultura Arménias” que se-lesionou no primeiro e segundo semestres do ano letivo 2018/2019 na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

De acordo com o objetivo estabelecido pela Dra. Lia Khachikyan, leitora do curso e membro da Associação de Amizade Portugal- Arménia, os estudantes estrangeiros já têm a competência léxica, fonética e ortográfica que lhes permitiu estabelecer diálogos curtos, usar as expressões familiares e escrever textos curtos em arménio!

Muitas felicitações e parabéns para os nossos alunos e para Lia Khachikyan!

Agradecemos também à Fundação Calouste Gulbenkian o financiamento do curso, ao Ministério de Diaspora da Arménia pelos livros e pelo material didático oferecido e ainda ao Colégio Virtual Arménio da União Geral Arménia da Benevolência pela possibilidade de acesso à plataforma de aprendizagem online da língua arménia.

A continuar no ano letivo 2019/2020.

Vejam algumas produções escritas dos estudantes.

Notícias

Visita Guiada à Exposição “Calouste: uma vida, não uma…

A visita guiada à Exposição “Calouste: uma vida, não uma exposição” dedicada à vida privada de Calouste Gulbenkian, concebida por Razmik Panossian – Director do Serviço das Comunidades Arménias da Fundação Calouste Gulbenkian.

Esta visita foi organizada no âmbito da cooperação entre a Associação Amizade Portugal-Arménia, a Fundação Calouste Gulbenkian e o Colégio Virtual Arménio da União Geral Benevolente Arménia.

Notícias

Presidente do Registo Arménio de Dadores de Medula visitou…

A AAPA recebeu, no passado dia 9 de maio, uma comitiva da Armenian Bone Marrow Donor Registry (ABMDR).

A presidente, Prof. Frieda Jordan, e diretor-executivo, Dr. Sevak Avagyan, apresentaram o progresso da ABMDR, por ocasião da participação na Conferência Internacional da European Federation of Immunogenetics.

A ABMDR, que tem como missão salvar vidas através de doadores de medula óssea compatíveis, particularmente em doentes que sofrem de leucemia e outras doenças do sangue, conta já com mais de 30 mil doadores arménios registados em todo o mundo. De acordo com a ABMDR, o perfil genético dos cidadãos de origem arménia tem particularidades únicas, que dificulta encontrar doadores compatíveis a nível internacional. Por isso mesmo, a AAPA associa-se à ABMDR no apelo à doação por parte de todos os cidadãos arménios.

A AAPA e a ABMDR prosseguirão um trabalho conjunto para aumentar o número de doadores registados, entre outras ações de cooperação no âmbito da qualidade e qualificação.

Visite o site da ABMDR para mais informações em http://www.abmdr.am/about-us/

Notícias

Parlamento português emite voto de pesar pelas vítimas do…

A Associação Amizade Portugal-Arménia (AAPA) congratula o Parlamento da República Portuguesa pelo voto de pesar, aprovado hoje, a favor de mais de 1 milhão de arménios, vítimas do genocídio de 1915 no Império Otomano.

Esta deliberação associa-se ao assinalar, a 24 de abril, do reconhecimento internacional do início dos massacres perpetrados contra a população arménia, uma vez que foi nessa data em 1915 que as autoridades otomanas prenderam e executaram 250 intelectuais e líderes comunitários arménios em Constantinopla, sob ordens do governo dos ‘Jovens Turcos’.

Esta evocação e o reconhecimento que várias dezenas de países têm vindo a deliberar através dos seus parlamentos são um passo fundamental para a prossecução do reforço histórico da verdade e do compromisso da comunidade internacional com a defesa dos direitos humanos, a relação entre povos, a tolerância e o multilateralismo entre religiões, culturas e povos.

A AAPA tem vindo a sensibilizar os agentes políticos e diplomáticos, e a sociedade em geral, para a importância do reconhecimento histórico do genocídio arménio e continuará a prossecução deste objetivo.

Sobre o Genocídio de 1915

O genocídio arménio, reconhecido pela comunidade internacional de historiadores como o primeiro genocídio do século XX, refere-se à morte de mais de 1 milhão de cristãos arménios do Império Otomano, desde a primavera de 1915 até ao outono de 1916.

Massacres, trabalho forçado, deportações forçadas e as marchas da morte que levavam ao deserto sírio, inclusive de mulheres, crianças, idosos e enfermos submetidos a roubos, violações e massacres periódicos, marcaram um capítulo negro na história da humanidade. Os milhares que sobreviveram às atrocidades cometidas foram forçados à conversão religiosa, vendidos à escravidão e aqueles que conseguiram fugir formaram a dispersa diáspora mundial de arménios.

Voto de pesar na rede internacional

Notícias

Candidaturas de três novos membros dos Órgãos Sociais da…

No dia 15 de janeiro de 2019, no decorrer da primeira reunião anual de trabalho da Associação de Amizade Portugal-Arménia foram propostas e aprovadas, unanimemente, as candidaturas de três novos membros dos Órgãos Sociais da Associação, após a cessação da colaboração de três membros da anterior equipa.

No dia 15 de janeiro de 2019, no decorrer da primeira reunião anual de trabalho da Associação de Amizade Portugal-Arménia foram propostas e aprovadas, unanimemente, as candidaturas de três novos membros dos Órgãos Sociais da Associação – Dr. Bruno Macedo na Direção, Sr. Varoujan Bartikian na Assembleia Geral e Dr. Renato Loureiro no Conselho Fiscal – em substituição de membros da anterior equipa. Durante a reunião foram apresentados e discutidos o Plano de Atividades e os Objetivos Estratégicos da Associação para o ano de 2019.